quarta-feira, 22 de abril de 2015

Sérgio Tréfaut - Outro País



Publicado el 23 feb. 2015

A primeira longa-metragem de Sérgio Tréfaut é um filme composto a partir de imagens de arquivo de fotógrafos e realizadores estrangeiros filmadas em Portugal por altura dos revolucionários anos de 1974-75. Entre outros testemunhos, conta com os de Sebastião Salgado, Robert Kramer, Thomas Harlan.

Sérgio Tréfaut - 2000, 70 min


Sérgio Tréfaut, ou Serge Tréfaut (23 de Fevereiro de 1965), é um cineasta português que se distingue na prática do filme documentário. O seu filme Lisboetas sobre os novos imigrantes na Lisboa de hoje, recebeu o prémio de melhor filme português no IndieLisboa 2004 e foi um sucesso de bilheteira. Em 2011 estreou-se na ficção com Viagem a Portugal.

Nasceu no Brasil em 1965, em São Paulo, filho de pai português alentejano e de mãe francesa. O pai, o jornalista Miguel Urbano Rodrigues, era militante comunista, exilou-se politicamente no Brasil desde 1957, onde foi editorialista do Estado de São Paulo. Quando Sérgio Tréfaut tinha 10 anos o seu irmão mais velho foi torturado e quase assassinado pelos militares brasileiros.  (Wikipédia)


Página de Sérgio Tréfaut 






sexta-feira, 17 de abril de 2015

Cristiane Arenas - A garota e as estrelas




Curta-metragem de Cristiane Arenas, com produção de Jeferson De. Em exibição no 23º Festival Internacional de Curtas-Metragens.

(Publicado em Youtube: 20/08/2012)



Uma garota foge da escola determinada a fazer daquele um dia especial. O curta nacional “A Garota e as estrelas” reflete a juventude e os sonhos, afetos e decepções que fazem parte desta etapa tão gostosa da vida.

Ficha técnica

A Garota e as estrelas. Direção: Cristiane Arenas. Elenco: Maria Eugênia Portalana, Edson Montenegro, Edu Acaiabe, Lucas Barros e Lilmara Volpi. Produção: Cristina Alves, Cristiane Arenas e Jeferson De. Roteiro: Cristiane Arenas. Fotografia: Pedro Eliezer. Design de Produção: Fernando Zuccalotta. Figurino: Alix Cabelo. Som: Gabriela Cunha. Edição: Jeferson De. Edição de som: Julián Olmos e Manuel Valdivia. Duração: 12minutos e 18 segundos. Brasil. Ano: 2012. Buda Filmes.

Blogue Faixa 360